Ricardo Mota
Ricardo Mota
« página inicial do blog
15/04/2011

Brasil, potência bélica: país é o quarto maior produtor de armas leves do mundo

Se os números não mentem jamais, vamos a eles, de forma direta e impiedosa: 

- O Brasil é o quarto país do mundo em fabricação de armas leves, essas que matam as pessoas nas ruas de todo o país.

- A indústria bélica nacional faturou quase R$ 1 bi no ano passado e está em franca expansão.

- Existem em circulação no Brasil – é a estimativa do Ministério da Justiça – cerca de 16 milhões de armas.

- 14 milhões de armas estão nas mãos de pessoas comuns, que as adquirem por caminhos diversos.

- 8 milhões de armas circulam ilegalmente no Brasil.

- 8 em cada 10 armas apreendidas no país são fabricadas em território nacional e foram adquiridas, originalmente, de forma legal.

- O Brasil é o país campeão mundial de assassinatos de civis por arma de fogo, mais de 40 mil vítimas/ano.

O que lhe dizem estes números?

Postado às 23:50, Ricardo Mota 24 comentários postado em Geral |
24 respostas para “Brasil, potência bélica: país é o quarto maior produtor de armas leves do mundo”

Kekulé escreveu:
16/04/2011 as 0:14

É isso mesmo Ricardo.
.
Agora fica uma pergunta, Qual a carga tributária embutida na aguisição de uma arma.
.
No mundo todo, essa indútria, é fonte pagadora de uma alta carga tributária.
.
Nenhum governo, seja ele de esquerde ou de direita, se é que ainda há, não abre mão de manter eu seu portofólio, uma industria dessa.
.
A pergunta é: Pra que?
O imposto pago por essa indústria, supera as despesas com tratamentos hospitalares de féridos por balas, creio que não.
.
Moral da situação:
O governo faz de conta que esta preocupado com a segurança pública, o menos favorecido indo para a bandidagem e consequentemente morrendo, e o resto da população ficando preso em casa atrás dos muros com medo de morrer.

Que Deus nos ajude…

Alagoanos merecem respeito! escreveu:
16/04/2011 as 0:45

Com esses dados temos que abrir um grande debate “Quem são os culpados das mortes em Realengo.” Até agora o que estamos vendo na maior parte da imprensa é colocar cada vez mais fama naquele bandido covarde que teve a colaboração, com a omissão dos que podem cuidar da segurança do nosso país! E Alagoas? Há estamos em primeiro lugar em número de armas no Brasil.

curioso escreveu:
16/04/2011 as 4:30

adianta proibir? drogas tb são ilicitas e são vendidas em toda esquina. os traficantes adquirem armas de modo legal?desarmar a popula~çao deixarão os traficantes mais poderosos

sebastiaoiguatemyrcadenacordeiro escreveu:
16/04/2011 as 6:40

Ricardo,rapaz;o fato é que vivemos uma
situação surreal.Estamos em guerra não-
declarada contra um inimigo secreto mas,
real,nós mesmos! É uma guerra sem quar-
téis da qual todos se tornam vítimas em
potencial,pelo menos o cidadão comum que
não tem condições de se encastelar nem
de ser acompanhado por uma cambada de
jagunços. A coisa está feia e pelo andar
da carruagem vai se tornar pior. ÔMI !

Kleber tenorio escreveu:
16/04/2011 as 8:17

O grande problema e que discussões como essas só vem a tona quando se pode tirar proveito político. O crime de realengo foi uma grande tragédia,mas temos um monte delas todos os dias. Mortes a sangue frio,jovens sendo assassinados,executados na porta de casa. Fica uma pergunta: se proibirmos o cidadão comum de ter uma arma em um sítio,fazenda,casa… Vai di minuir a criminalidade? Vamos desarmar os bandidos? A resposta e não, o que falta são leis mais rígidas, comprometimento dos governos. Se executam pessoas e esses executores,quando são preso, em pouco tempo estão nas ruas pra matar outra vez. Desarma a população em suas casas,fazendas,sítios,etc que os crimes vão aumentar,mas uma lei penal mais rígida,uma política de segurança mais seria e menos hipocresia com a segurança que pode ser que diminua, pode ser.

Kleber tenorio escreveu:
16/04/2011 as 8:38

Ninguém fala do verdadeiro mal, crianças,jovens fumando crack consumindo drogas a céu aberto e todos nos ficamos omisso a tudo isso. São esses que na sua maioria cometem os crimes mais bárbaros,mas temos leis pra proteje-los, proteger os criminosos juvenis com a justificativa que estamos protegendo os que realmente precisam. Bandido e bandido, assassino e assassino e isso não depende da idade dele e sim do buraco, que as vezes, deixamos eles viverem. A arma q eles carregam não são a usadas ,compradas pelo cidadão de bem, são fruto do contrabando,corrupção,omissão dos governos. Vamos deixar de tolerar essas aberrações( va no corredor Vera arruda a qualquer hora e comprova,va no cepa, no comércio) vamos ser verdadeiros com a gente mesmo.

jobson escreveu:
16/04/2011 as 9:44

O momento é de uma profunda reforma geral, para início,acabar com o reu primário,aumentar as penas, cadeia de imédiato, reduzir as publicidades em revistas e t.v., não publicar a foto do marginal nas capas das revistas etc

EUDÓFYO escreveu:
16/04/2011 as 10:11

Os números são alarmantes é quase um Vietnã por ano. O problema é que o Brasil está dominado pelo narcotráfico e este domina e expande o tráfico de armas, some-se a tudo isto um conjunto de leis arcaicas para um judiciário inoperante julgar. Esta cada vez mais difícil de viver nesse país.

A.C, DOS SANTOS escreveu:
16/04/2011 as 10:14

na minha opiniao se nao tivesse comercio ilegal de arma nao tinha tantas vitmas de arma de fogo pois ja estive uma na barriga para entregar um celular so quem passa por isso sabe osusto que leva c/uma arma.

Paulo escreveu:
16/04/2011 as 12:15

Potência Bélica são os carros trânsitando em Maceió, com bêbados ao volante, toda a semana os noticiários estão estampando, mortes, acidentes no caótico trânsito de Maceió, quando será que essa irresponsabilidade será minimizada……..será que tão difícil assim diminuir este grave problema, que mata tantos alagoanos, em nossas ruas todos os dias, a qualquer hora, sem escolher suas vítimas, quem será a próxima ???

Ricardo sempre muito bom você retornar esta pauta em seu blog…pois o poder da midia é nossa última esperança, pois o resto já se foi a muito tempo.

fred escreveu:
16/04/2011 as 12:17

O nosso pais vem copiando os ESTADOS UNIDOS há muito tempo, pois os estadudinenses sobrevivem em sua economia com 17%(dezessete por cento) em vendas de armas, e vejam que eles se metem em qualquer briga no compo mundial, desde que esse pais tenha petroleo.

fred escreveu:
16/04/2011 as 12:24

No nosso pais os nossos dirigente ficam com falacias com relação a segurança pública, pois não tem investimento no ser humano, pois os nossos politicos meu caro RICARDO, só e somente só, falam em:COLETE, VIATURA, ALGEMAS E ARMAS, e mais nada. O que vemos é que o nosso povo não cobra do politico que o elegeu, veja como o nosso TEO foi reeleito, prometeu e não cumpriu. Com relação ao nosso presidente LUIS INACIO LULA DA SILVA, voçe que é um grande estudioso é só acessar no GOOGLE e pesquisar:QUAIS FORAM AS PROPOSTAS DO CANDIDATO PARA A SEGURANÇA PÚBLICA, e só assim todos ficaram ciente que ele(LULA) não cumpriu nada para que esse povo que lhe adora, tivesse segurança tanto na rua, como em casa.

Jose Adilton Alves Santos escreveu:
16/04/2011 as 14:46

Nao e a proibicao do homem de bem ter uma arma para a sua defesa e da sua familia que vai eliminar a violencia, mas a impunidade. Afinal, nao estamos em uma guerra? Ou os indices de assassinatos, sequestros, roubos,etc., acontecidos no lar, no trabalho, no veiculo, na escola,… em todos lugares em que o cidadao trabalhador e a sua familia precisam
estar nao sao reais? Se nao existe a seguranca do Estado, precisamos nos defender,ora pois. E um direito fundamental e a obrigacao do pai de familia defender-se e a sua prole.A marginalidade so cresce num estado de apatia, de falta de acao. Se queres a paz estejas preparado para a guerra, essa e a frase mais justa para o momento por que passamos nos os alagoanos de bem. Quando uma minoria criminosa, bandida, e a incapacidade e corrupcao dos organismos publicos nos deixam a merce de todos os males e sofrimentos, causados seja por bandidos, corruptos ou delinquentes mirins. Temos que reagir, e se for preciso ceifar a vida de um bandido ante a vida de um cidadao de bem, que o diabo receba de maos abertas o flagelo social que atormenta a o convivio harmonico dos homens e mulheres de bem, a maioria dos alagoanos. De modo, que nao so precisamos nos armar, como nos defender, a nossa familia e o nosso Estado esterminando os facinoras, antes que eles exterminem a todos nos. Nao podemos ser alvos fixos. Mas fortes o bastante para reagirmos a altura e ate mais alto que o mal que nos aflinge.

pedro escreveu:
16/04/2011 as 15:27

Se o País proibir a fabricação de armas com certeza o Paraguai vai ganhar o seu maior parque fabril, com vasto mercado no Brasil, Argentina e outros vizinhos.

Jose Adilton Alves Santos escreveu:
16/04/2011 as 15:34

Não será a proibição do homem de bem de ter uma arma para a sua defesa e da sua família que vai eliminar a violência que assola o nosso Estado hoje, mas a impunidade. Afinal, não estamos em uma guerra? Ou os índices de assassinatos, seqüestros, roubos, etc., acontecidos no lar, no trabalho, no veiculo, na escola,… em todos os lugares em que o cidadão trabalhador e a sua família precisam estar não é real? Se não existe a segurança do Estado, precisamos nos defender, ora, pois. É um direito fundamental e a obrigação do pai de família defender-se e a sua prole. A marginalidade cresce num estado de apatia e de falta de ação. A frase de George Washington: “Quem quer a paz deve estar preparado para a guerra”, parece ser a mais justa para o momento por que passam os cidadãos alagoanos de bem. Quando uma minoria de criminosos, bandidos adultos ou mirins, corruptos, e a incapacidade dos organismos públicos deixam o cidadão de bem e a sua família a mercê de todos os males e sofrimentos causados por constantes tragédias geradas pela violência física, moral, cultural e conduz toda a sociedade ao caos e ao flagelo, a miséria, e a insegurança. Temos que reagir, e se for preciso ceifando a vida miserável desses bandidos, ante que ceifada seja a vida de um cidadão de bem, que o diabo receba de mãos abertas o flagelo social que atormenta a o convívio harmônico dos homens e mulheres de bem, a maioria dos alagoanos. De modo, que não só precisamos nos armar como nos defender, a nossa família e o nosso Estado exterminando os facínoras, antes que eles exterminem a todos nos. Não podemos ser alvos fixos. Mas fortes, o bastante necessário, para reagirmos à altura, e até mais alto que o mal que nos aflige, para intimidá-lo e afastar as suas conseqüências. De quando em vez, o sangue dos tiranos precisa ser derramado para que o estado de direito e o bem de seja restaurado. Algo como o dito por Thomas Jefferson 3º Presidente dos Estados Unidos da América: “A árvore da liberdade deve ser regada de quando em quando com o sangue dos patriotas e dos tiranos. É o seu adubo natural.”

Màrio escreveu:
17/04/2011 as 0:05

O blogueiro – assim me parece – tenta induzir os leitores à conclusão de que o grande número de homicídios no Brasil tem, na permissão da posse de arma de fogo, uma de suas causas principais. Creio que faltaram alguns números à lista do blogueiro. Seria muito útil para a análise dos leitores publicar os números dos 3 países onde há maior número de armas leves (e outras não tão leves assim).

A propósito, hoje foi anunciado que o estado de São Paulo (que já foi um dos mais violentos do país) é o primeiro do Brasil a ter uma taxa de homicídios abaixo daquilo que a OMS considera epidemia. Há 11 anos que os homicídios caem em São Paulo, apesar das armas em circulação.

Benício Monte escreveu:
17/04/2011 as 0:35

Beleza Ricardo, vamos acabar com a venda de armas! e quem vai proteger a minha casa? Pq o bandido em certo caso ainda tem medo de entrar na casa de alguém pra não levar bala! A polícia? ainda existe isso? ALguém pode sair por aí comprando fuzil do exército, de forma honesta? alguém sabe onde se vende droga? pq ela tá em todo canto!

Ou seja teremos mais contrabando, as fronteiras serão um buraco pra entrada de armas sem controle!

Alguém tira uma arma irregular de um policial? ou quem sabe de um político? ou quem sabe de um juiz? e nós o que fazemos? vamos levar bala!

Sabiam que na Suíça toda casa tem uma arma? é! pois não há exército! ou seja na sua casinha tem-se um fuzil, uma metralhadora em casa! alguém usa essas coisas lá? eu acho que não!

Vejam bem: já viram como é vc comprar uma arma no Brasil? eu acho que não deve ser coisa fácil. é uma burocracia sem fim, cheia de papeladas, e um valor alto, vc no Brasil não chega no supermercado e compra uma arma, não mesmo, não comparem o Brasil com Estados Unidos, lá vc compra o que quiser!

Estão usando isso daí pra implementar idéias pra fazer outro referendo do desarmamento! só vai gastar dinheiro, pq a população brasileira já votou contra e vai votar de novo! sabe pq? pq não tem confiança nenhuma nessas autoridades da segurança ou de artistazinhos fazendo propaganda contra o desarmamento, eles fazem isso pq possuem dinheiro para ter sua fortalezas de segurança, seus mundinhos maravilhosos!

Veja bem, que mata uma pessoa não é uma arma é outro ser humano! então antes de afirmar alguma coisa, pense nisso! não precisa de arma de fogo para matar os outros, isto só é uma forma mais fácil!

Esse cara podia ter jogado uma bomba, ter esfaqueado as mesmas crianças! poderia ter matado menos! mas teria matado da mesma forma!

Estão querendo desviar o foco da coisa!

outro exemplo pode ser naqueles bairros que foi proibido o uso de álcool, foi comprovado uma queda acentuada dos homicídios! as armas não foram proibidas!

Se um dia chegarmos a um eldorado de paz e tranquilidade, o que acho muito difícil, ai sim, serei eu mesmo o primeiro a pedir a abolição do porte de arma no Brasil, mas enquanto vivermos nesta sociedade como ela se comporta, com arma ou se arma, ela continua agressiva, assassína, mesquinha, revanchista, descriminante, com castas sociais e tudo que se tem direito!

É O NOSSO AMADO, MARAVILHOS, EXPETACULAR BRASIL! NÃO EXISTE PAÍS IGUAL A ESSE, E NÃO EXISTE MESMO! COM TANTA POSSIBILIDADE DE SER UM PAÍS PERFEITO, E COM TANTA PORCARIA SENDO FEITA POR AQUELES QUE NELE HABITAM! O RUIM DO BRASIL SOMOS NÓS MESMOS! PRECISAMOS EVOLUIR COMO SOCIEDADE, PARA QUE POSSAMOS SE TORNAR UMA POTÊNCIA, ENQUANTO VIVERMOS ASSIM, VIVEREMOS A SEMPRE SER O PAÍS DO FUTURO! DO FUTURO PERDIDO!

Hildebrando Paes Torres escreveu:
17/04/2011 as 5:42

Ricardo.O estatuto do armamento (do armamento mesmo) permite que cada brasileiro maior de 25 anos possa ter 06 (seis) armas. Dizer que o cidadão está desarmado e o Bandiiiiiido armado é não conhecer este terrível estatuto – quem arma o bandido é sim, o cidadão, quando possuindo apenas o registro – e não o porte -´vende,perde ou é roubado e depois chega na Polícia denunciando um falso assalto à sua residência. Reformular a lei e fiscalizar a renovação dos registros é a única saida.

Hildebrando escreveu:
17/04/2011 as 5:52

E as soluções definitivas são 03 a saber: a primeira educação, a segunda educação e finalmente a terceira:educação.

Hildebrando escreveu:
17/04/2011 as 6:09

Ricardo. O Estatuto do Armamento (do armamento mesmo)permite que cada cidadão brasileiro possa ter até 06 armas. Daí que o bandiiiiiiido “adquire” armas porque o cidadão que tem apenas o registro – arma dentro de casa – vai pra rua (porte) e perde ou é roubado (ou ainda vendendo-a para outra pessoa sem fazer a devida TRANSFERÊNCIA legal). Aumentar as limitações para compra de armas e fiscalizar rigorosamente as renovações de registros não só diminuirá o número de armas como manterá o cidadão RESPONSÁVEL com o direito de, se quiser, possuir uma, só uma, arma. Resta saber se a indústra bélica nacional vai gostar (e permitir).

Zé dá dó escreveu:
17/04/2011 as 13:49

Como tem tantos imbecis querendo convercer a sociedade que a solução é ter uma arma! Ora, a arma só serve para matar, nínguem tem o direito de tirar a vida de nínguem seja ele quem for, se nós estamos preocupados em proteger a vida, só deve possuir armas quem estiver a serviço da sociedade ou nos caos que se julquem necessários por quem de direito.
Desarmamento já, grita povo, desarmamento já…………………

Joilson Gouveia Bel&Cel escreveu:
17/04/2011 as 13:51

RMota, já o disse antes, mas aqui reitero: “Sem querer polemicar e já polemicando: nada e nem ninguém evitaria tal tragédia a não ser o simples fato de ele NÃO ter ARMAS; logo duas! Sem ARMAS ele jamais cometeria tal tragédia. É fato!
Ah! Mas diriam: ele usaria bombas; ele usaria armas brancas para isso; usaria veneno; usaria isso ou aquilo, etc.; mas sem ARMAS, e fáceis do jeito que ele as tinha, certamente ele não teria matado tantas crianças e adolescentes – nunca mais havia chorado… chorei, confesso…ainda que não sinta ou tenha sentido um décimo da dor dos enlutados pais… chorei sozinho ante a TV!
Um minuto de silêncio é muito pouco ou quase nada como o é os dias de luto oficial… Essas famílias, e os brasileiros, todos nós queremos MUITO MAIS AÇÕES EFETIVAS, e já!
Mais: nada nem ninguém podem explicar os MOTIVOS dele, para tal ATO COVARDE…
Imagens, do circuito interno, mostram que ele tinha “certo conhecimento”, treinamento ou habilidades para uso das ARMAS – comprou-as? Ganhou-as? Furtou-as? Achou-as? Onde treinou ou aprendeu tal habilidade e técnica. Ninguém sabe! O que prova que, a despeito de toda tentativa de CONTROLE e CADASTRAMENTO de ARMAS, esse INEXISTE. Não há controle e nem mesmo cadastro delas. É fato!
Ademais, todo ser ANTISOCIAL – como deve ser chamado pela doutrina e pelos politicamente corretos (prá mim é isso que causa todos os males atuais: ser politicamente correto; como se os POLÍTICOS tenham sido corretos algum momento ou algum dia, na história) – e não mais psicótico ou mentalmente perturbado ou psicopata como querem denominar aos tais autores dessas atrocidades, que põem por terra nossa condição humana de homo sapiens ou racionais. O homem ainda é muito mais IRRACIONAL e ANIMAL que os demais animais, ditos por ele.
Inexplicável tal tragédia, assim como as demais semelhantes pelo mundo (no mais da vez, no PRIMEIRO MUNDO, será que já somos primeiromundista?)- todas as tragédias da literatura criminal com ARMAS de FOGO cada vez mais letais!

Já o disse antes, escrevi, reescrevi e reitero aqui: SOU CONTRA AS ARMAS DE FOGO e, sobretudo, a todas as facilidades de seu comércio mortal e seu uso fatal (quase nunca o é para sua própria DEFESA ou autodefesa) – e não venham lembrar-me do “cão com pulgas”; se é preciso eliminar a PRAGA, que sejam salvos os demais cães! Ou não?
O Reino Unido sofreu tragédia semelhante, aprendeu com a DOR e quase ACABOU com todas as armas da Bretanha…
É hora de aprendermos com a DOR dessas famílias dilaceradas e ACABAR de vez com o livre comércio de armas ou IMPLEMENTAR RÍGIDO, RIGOROSO, IMPLACÁVEL e EFETIVO CONTROLE delas!
Aos que quiserem saber o que escrevi antes desse caso e antes do plebiscito, acesse-se ao URLs seguintes: http://djuris.br.tripod.com/opiniao/opiniaoartigos/naoasarmas.htm e http://djuris.br.tripod.com/opiniao/opiniaoartigos/naoasarmas2.htm .
Já o disse antes, além de pacifista e humanista: “O Brasil é, essencial, histórica e constitucionalmente, uma Nação anti-beligerante, então como justificar a existência de mais de quatro fábricas de armas de fogo ou indústrias afins, no nosso País? Vão-se fechar essas fábricas e causar um problema social aos seus trabalhadores, empresários e respectivos familiares? Não, lógico que não!” …Leiam lá!:D

Màrio escreveu:
17/04/2011 as 16:59

Para o ZÉ DA DÓ, a fala de mais um imbecil sobre o desarmamento:

“E é por isso que, se, para a segurança das grandes estradas, fosse proibido por aí passar com armas e se, por falta de guarda, os grandes caminhos estivessem infestados de ladrões, essa lei não teria seu objetivo cumprido; afirmo, por conseguinte, que um homem poderia não somente por aí viajar armado e violar essa convenção ou lei, sem injustiça, mas também que não poderia mesmo observá-la sem loucura.” (Helvétius, filósofo francês, 1758)

Pedro escreveu:
18/04/2011 as 8:40

Caro Ricardo,

Seu Blog muito bom, seu programa na rádio melhor ainda. Mas sobre esta matéria você está equivocado. Nossas forças armadas estão falidas, não temos nem mais comida para alimentar nossos recrutas e soldados. Nossos QG, estão para funcionar de segunda á quinta para “economizar” na comida na setxa, um absurdo!!! nossas policia, mal treinada, mal assessorada, mal paga e mal municiada e mal administrada(corrupação do menor ao maior cargo/patente). Essa pesquisa não condiz coma realidade, basta se dar ao trabalho de pesquisar um pouco.
Abraço.

Utilize o espaço abaixo para deixar sua opinião:

Arquivos