Ricardo Mota
Ricardo Mota
« página inicial do blog
17/12/2014

2 x1: Fernando Toledo derruba condenação por Improbidade no TJ

Por dois votos a um, o deputado Fernando Toledo conseguiu derrubar no Tribunal de Justiça a condenação contra ele, por Improbidade, de agosto de 2012.

Toledo foi denunciado pelo MP Estadual, em 2008, por ter adquirido, quando prefeito de Cajueiro, um veículo com valores acima do mercado. O mais grave: o carro pertencia a um filho dele e foi comprado através de uma concessionária.

A sentença é da Comarca de Cajueiro.

O julgamento de hoje foi realizado pela 1ª Câmara Cível do TJ e teve como relator o desembargador Washington Luiz – o revisor foi o desembargador Tutmés Airan.

Ambos abraçaram a mesma tese: de que não houve prejuízo ao erário.

O desembargador Fábio Bittencourt discordou dos dois, mas foi voto vencido.

É a segunda sentença por Improbidade que Toledo consegue derrubar no Tribunal de Justiça.

Agora, tapete vermelho para o TC.

Postado às 16:54, Ricardo Mota 2 comentários postado em Geral |
17/12/2014

Rui Palmeira vai demitir mais 6% de comissionados no dia 31

O prefeito Rui Palmeira decidiu ontem que vai completar o corte de 20% dos cargos comissionados nas diversas pastas da administração municipal.

Ele determinou que cada secretário – ou titular de órgão municipal – apresente nos próximos dias a relação dos que serão demitidos no dia 31 de dezembro, fechando o ano.

Nessa fase, agora, o corte vai atingir 6% dos comissionados – o corte já realizado chegou a 14%, com uma economia de mais R$ 180 mil na folha de pessoal do município.

Para o prefeito, não há outro caminho para economizar recursos, principalmente em função das dificuldades enfrentadas pelas prefeituras de todo o país, notadamente, nas unidades mais pobres da Federação.

O objetivo é começar 2015 com uma folha mais enxuta, que possa ser viabilizada sem qualquer atraso no pagamento mensal.

Por outro lado, o corte de 30% nos repasses do governo federal para Saúde, em pleno final de ano – foi anunciado ontem – terá consequências graves, principalmente no pagamento dos serviços contratados e realizados.

Foi um soco no estômago de todos os prefeitos e governadores.

O “pendura”, avisou Brasília, só será pago em janeiro.

Posse no TRE

O advogado Alberto Maia foi nomeado hoje para ser juiz titular do TRE. A posse será na segunda-feira, no gabinete da presidente do Tribunal, desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento.

Postado às 12:49, Ricardo Mota 5 comentários postado em Geral |
17/12/2014

Renan Filho quer que Fernando Toledo fique na Assembleia até o fim do mandato

O futuro governador, Renan Filho, pediu ao atual presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo, que só deixe a presidência da Casa no final do ano.

Ele acredita que a permanência do tucano no cargo pode garantir que não sejam convocadas sessões extraordinárias para a votação de matérias que não são do interesse do futuro governo.

A postura do vice-presidente Antônio Albuquerque, eis a desconfiança de Renan Filho, pode ser mais independente, ou ainda pior, indo de encontro aos interesses do substituto de Vilela.

A ruptura entre AA e o grupo do senador Renan Calheiros se deu ainda no início da campanha eleitoral, quando o PRTB – partido do deputado reeleito – foi expurgado do então Chapão.

Ele foi o único a se manifestar, repudiando a forma como a legenda foi excluída do grupo calheirista.

Fernando Toledo tem a promessa de Renan Filho de que será nomeado para o TC, mantendo o mesmo compromisso do governador Vilela.

Postado às 12:48, Ricardo Mota 1 comentário postado em Geral |
16/12/2014

TJ julga hoje recurso à condenação de Fernando Toledo por Improbidade

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça julga nesta quarta-feira o recurso impetrado pelo deputado Fernando Toledo contra condenação por Improbidade sofrida por ele em 6 de agosto de 2012.

Toledo foi denunciado pelo MP Estadual, em 2008, por ter adquirido, quando prefeito de Cajueiro, um veículo com valores acima do mercado. O mais grave: o carro pertencia a um filho dele e foi comprado através de uma concessionária.

A sentença é da Comarca de Cajueiro.

O relator do recurso é o desembargador Washington Luiz Damasceno de Freitas, que assumirá a presidência do TJ em janeiro de 2015.

O julgamento ganha maior relevância porque o presidente da Assembleia Legislativa está na iminência de assumir o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Postado às 20:37, Ricardo Mota 25 comentários postado em Geral |
16/12/2014

Celso Luiz tenta voltar ao centro do poder com ajuda de Olavo

É inegável que o prefeito de Canapi, Celso Luiz, tem grande capacidade de articulação política.

Basta lembrar que mesmo depois da Operação Taturana - e quando já não detinha cargo público - o ex-deputado conseguiu emplacar a mulher dele, Cleide Beserra, no Tribunal de Contas.

Durante o governo de Ronaldo Lessa, o então presidente da Assembleia comandava não só a Casa de Tavares Bastos, mas também – e principalmente – o Detran.

Durante os quase oito anos do governo Vilela, Celso Luiz continuou fazendo política do jeito que sabe. Mas permaneceu restrito ao Sertão, praticamente, onde divide o poder e a liderança com outros nomes de expressão: Lula Cabeleira e a família Damasceno de Freitas.

Agora, o prefeito Celso Luiz prepara o seu retorno ao centro do poder.

Com o apoio do deputado Olavo Calheiros, o “nome” do futuro governo na Assembleia, ele busca emplacar a sua candidatura à presidência da AMA (Associação dos Municípios de Alagoas).

Seria o retorno em grande estilo.

O problema é que do outro lado estão Jorge Dantas, prefeito de Pão de Açúcar, e Marcelo Beltrão, de Jequiá da Praia – ambos, também, futuros governistas.

Celso Luiz tem os seus trunfos e há de saber usá-los.

Ele coordenou a campanha de Renan Filho no Sertão e manteve-se distante da mídia, numa estratégia bem- sucedida da turma do marketing político do candidato vitorioso.

Agora, avalia o prefeito de Canapi, é a hora da retribuição.

Não será uma missão fácil, ele sabe disso, porém está longe de ser impossível.

Postado às 12:53, Ricardo Mota 10 comentários postado em Geral |
16/12/2014

Definição do futuro secretário do Trabalho provoca mal-estar no PDT

A escolha do nome de Rafael Brito, genro de Otávio Lessa, para ser o secretário do Trabalho de Renan Filho provocou mal-estar entre os chamados históricos do PDT.

Ontem, recebi vários telefonemas de tradicionais seguidores do deputado federal eleito Ronaldo Lessa.

Eles reclamam, inclusive, que não foram ouvidos e apontam Jurandir Bóia como o nome favorito dos dirigentes do partido para o posto.

É importante dizer que não ouvi do próprio Bóia, a quem respeito desde sempre, qualquer manifestação.

Um dos argumentos usados para emplacar Rafael Brito é de que ele seria “um nome novo”, como pretende o futuro governador para a sua equipe.

Pode ser.

Mas é inegável que o parentesco com o futuro presidente do Tribunal de Contas foi decisivo na escolha. Até pelo importante papel que o primeiro-irmão exerceu na campanha do ex-governador, este ano.

 

Postado às 12:52, Ricardo Mota 10 comentários postado em Geral |

Arquivos