Conheça seus direitos
Conheça seus direitos
por Rodrigo Cunha
« página inicial do blog
20/03/2013

Quais dívidas são quitadas com a morte do titular?

debMuitas pessoas acreditam que com a morte, as dívidas contraídas em vida deixam de existir. Infelizmente, esta não é a regra. Apesar do momento difícil da perda de um ente querido, a família deve buscar resolver as dívidas pendentes.

As dívidas com o cartão de crédito, financiamento do automóvel, notas promissórias e empréstimo pessoal, continuam existindo e devem ser pagas com a herança deixada pelo falecido.

A família deve fazer um inventário dos bens deixados pelo falecido para que o juiz determine quanto da herança será usada para pagar dívidas e quanto ficará para cada herdeiro. Caso as dívidas sejam superiores aos bens, os familiares não podem ser responsabilizados pelo pagamento, ficando a dívida limitada à herança.

Quando as dívidas são contraídas através de crédito consignado, ou seja, com os empréstimos feitos com desconto em folha de pagamento, estas são extintas automaticamente com a morte do devedor. Da mesma forma, são quitados com o falecimento do devedor, os contratos de financiamento imobiliário, por serem vinculados a contratação de um seguro obrigatório contra morte ou invalidez permanente, que serve exatamente para quitar o contrato. Assim, a dívida não será repassada aos herdeiros.

Postado às 9:39, Rodrigo Cunha 62 comentários postado em Geral |
62 respostas para “Quais dívidas são quitadas com a morte do titular?”

Anderson Guedes Rozendo de Almeida escreveu:
20/03/2013 as 12:52

Olá!
Caro Rodrigo, gostaria de saber quanto aos bens deixados pelo falecido, no caso automóveis financiados. Minha mãe era servidora pública aposentada, deixou dois automóveis no nome dela, porém quanto à herança ela não deixou nada, neste caso a dívida do financiamento dos automóveis será extinta???
E outra coisa entre os herdeiros não há conflito com relação a quem irá ficar cada bem. Nesse sentido, como a dívida fica limitada à herança e como não há herança, persiste a dívida????
Desde já agradeço!!!

Israel Luis N Conceição escreveu:
03/10/2013 as 9:26

olá Rodrigo estou com o carro de meu irmão que faleceu no mesmo ano que foi financiado, em 2010, nenhuma parcela foi paga, o banco me ligou em 2013 depois de 3 anos para eu pagar o valor de 1.572,25, que quitaria a divida do carro, fiz o pagamento no dia 06/05/2013 mais ainda o banco não deu baixa no gravame o que eu devo fazer?

william de castilho escreveu:
17/10/2013 as 23:17

Olá Rodrigo, valeu pela sua informação,minha mãe faleceu nos
deixando um empréstimo consignado. Agora estou mais tranquilo e sei o que fazer.

Valeu e Obrigado

rogerio pereira silva escreveu:
25/11/2013 as 18:13

ola Rodrigo minha mãe veio a falecer cerca de 2 anos tendo um financiamento na bv eu tentei entrar em contato com eles mas eles afirma que tenho que pagar o financiamento do veiculo isso procede desde já agradeço sua atenção.

adan rafael costa aguiar escreveu:
06/12/2013 as 14:41

…ola! Minha mae faleceu,deixando algumas dividas de moveis e eletrodomesticos em seu nome…ao tenho como pagar,pois ainda tem uma crianca d nove anos…minha irman! Oq devo fazer…d alguma eles podem vir aqui pegar us moveis?

andrea nunes escreveu:
09/12/2013 as 8:23

Boa dia! Rodrigo,
minha mae faleceu nao deixou morava de aluguel com uma outra irmao, tinha dois carros finaciados no nome dela, como fica nesse caso, somos em 3(Tres) irmaos e nao temos problemas em relaçao aos carros ja tudo foi conversado e conciente.em relaçao ao consiginado ja estamos ciente agora só queria saber dos carros como fica. ? muito obrigada e agradeço desde já pela atençao.

RITA DE CASSIA ALVES DOS REIS escreveu:
09/12/2013 as 23:14

mMinha mae tinha emprestimos no banco sem seguro e nao eram consignados.Ela morreu e agora como fica?

Mariana Cristina Caruso Da Silva escreveu:
17/01/2014 as 13:39

Ola!
Meu pai fez um empréstimo consignado com desconto em folha de pagamento, após alguns meses foi afastado pelo inss e a financeira passou a cobrar a dívida através de boleto bancário, porém, no mês seguinte ele faleceu., mas eu assumi a dívida e contínuo pagando até agora. Gostaria de saber o que pode acontecer caso eu pare de pagar. Obrigada

Jose Zacarias Santana escreveu:
18/01/2014 as 14:52

Dr.Rodrigo boa tarde!
Meu filho faleceu tem 3 meses e deixou umas pequenas dividas como cartões de créditos e lojas de departamento, mas mão deixou nenhum bem…. os credores estão ligando e mandando carta de inclusão do nome dele no SPC e SERAS… eu não tenho condições de pagar, pois sou aposentado e minha pensão é muito pouca… se poder me orientar ficarei grato. meu e-mail e: jzsantana@yahoo.com.br

ANA MARIA BIANCHI escreveu:
20/01/2014 as 15:26

DR. RODRIGO

Boa tarde. Por favor, preciso da sua ajuda. Me casei em 06/2012 e o meu marido faleceu em 11/2013. Antes do casamento, 01/2012 ele comprou um veículo à vista, mas o pagamento foi com um Empréstimo Consignado sem seguro de crédito junto ao Banco do Brasil. Ele é funcionário público e agora em 05/2013 refinanciou a dívida porque não estava conseguindo pagar o empréstimo. No seu falecimento, ele deixou apenas o carro, que por direito é somente dos filhos do outro casamento. Não temos mais nenhuma herança dele, somente as dívidas junto ao Banco Itaú e também o empréstimo consignado do Banco do Brasil que é bem pesado….por volta de R$ 50.000,00. Pois bem, eu como esposa que não recebido nada, sou obrigada pagar esse esses empréstimos, principalmente o consignado. Eles podem descontar na minha pensão? Estou apavorada e atualmente não tenho como contratar um advogado. Agradeço a sua atenção.

Alessandre Azarias da Silva escreveu:
20/01/2014 as 22:33

Qualquer dos problemas acima, consulte um advogado, no caso pode ser eu. Me procurem no correspondentes Jurídicos. Grato,

Alessandre

Alvaro Borja escreveu:
24/01/2014 as 20:34

Minha sogra faleceu e não tinha nenhum bem (casa, carro, obras de arte, etc), passados 4 meses do falecimento chegou uma carta de cobrança de uma dívida de cartão de crédito. Neste caso os filhos respondem pela dívida?

Viviane Ferreira escreveu:
27/01/2014 as 11:22

Boa tarde!
Meu pai faleceu, minha mãe alegou que nao havia um imóvel no atestado de óbito e sei de um imóvel que tem água, luz, condomínio e iptu em debito. Tenho como pedir insecao de uma dessas dividas? Qual o tipo de documento devo ter nesse caso de não precisar pagar essas dividas, como faço para provar que não morava lá?
Desde já agradeço
Viviane

pablo diego da silva escreveu:
29/01/2014 as 0:33

ola! Minha mae faleceu,deixando um carro financiado pela bv e foi paga 4 prestaçoes chego uma carta dizendo que por falecimento,invalides o veiculo era quitado mais eles fica ligando aqui cobrando como devo fazer

Rodrigo de Almeida Paya escreveu:
03/02/2014 as 12:21

Rodrigo, minha mae faleceu e ela tinha um emprestimo consignado, tinha que cair na conta dela 1800 reais, mas meu pai tirou o extrato e s’o caiu 1300 reais de restituicao de renda, meu pai procurou o gerente do banco e ele dice que antes de cair na conta ele ja havia descontado o emprestimo e tbm dice que nao quitaria o emprestimo com a morte, minha mae era professora concursada municipal

Dalva de Ramos Jesus Santiago escreveu:
11/02/2014 as 7:53

Queria só confirmar como devo proceder com o banco se me cobrarem o empresetimo consignado quem minh mae deixou ao falecer.Agradelo a compreensão.

Everly Damares De Souza Mendes Do Nascimento escreveu:
12/02/2014 as 11:35

Meu marido,estava vivo quando contratamos,o cartao minha casa melhor, no desejo de mobiliar nossa casa ,minha vida,mas adoeceu repentinamente e faleceu,no cao por exigencia do governo o cartao seria no nome da esposa,agora tudo ficou mais dificíl,pois ele não tinha nenhuma herança nem bens,moravamos de avor antes do programa minha casa minha vida.Agora sou obrigada a pagar a dívida mesmo com a morte dele?

valdir donizeti alves da silva escreveu:
16/02/2014 as 11:37

meu pai morreu e deixou um carro financiado ele deu 5mil de entrada fez em 48 vezes pagou 3 parcelas somos em 6 irmãos ninguem quer o carro estamos pensando em devolver no estacionamento ou passar p um pessoa de confiança o carro com a divída

cristina de araujo machado escreveu:
18/02/2014 as 5:53

Meu pai faleceu e descobrimos que ele fez um emprestimo de 6.500 no banco itau aquele que vem descontado na pensao o ano passado,ele tem uma casa muito simples,que vale mais ou menos 10.000 somos em tres filhos registrado no nome dele e dois que nao sao mais sei que eles sao filhos dele,um e de menor o que nao e registrado,Meu pai recebia a pensao da minha mae.Minhas duvidas sao as seguintes temos que pagar a divida e o que devemos fazer pelos nossos irmãos,o de menor pode receber a pensao mesmo nao sendo registrado?Se me ajudar agradeço,um abraço.

sergio henrique escreveu:
18/02/2014 as 23:28

Olá Rodrigo minha mãe faleceu a 8 dias e deixou dividas no cartão de crédito, e ela não têm bensm gosraria de saber como procedo. E ela tinha empréstimo consignado em folha, desde já agradeço.

izabella christina marinho escreveu:
22/02/2014 as 14:15

Rodrigo boa tarde!
Quando uma pessoa falece e deixa um carro financiado, e esta falece devido ao acidente de carro ocorrido no veículo, este carro deu perca total, foi vendido para um ferro velho, quando o dono do ferro velho foi regularizar o veículo descobriu-se este financiamento. O falecido não tinha herdeiros e não deixou bens, o que ocorre neste caso? Qual a forma que se deve proceder?
Aguardo resposta.
Izabella.

marcio de sousa melo escreveu:
25/02/2014 as 0:54

Dr Rodrigo meu faleceu a 3 anos ficou um divida do cartao de aproximadamente de 4,900,00 so agora famos informados que esta em quase 100.000 reais que juros esse. Sequinte mesmo se fose isso seria obrigatorio fazer um inventario contra a vontade da familia.

simone carvalho silva escreveu:
26/02/2014 as 18:04

olá meu pai comprou um carro financiado só que veio a falecer e existe várias parcelas a serem pagas o que fazer a familia deve pagar ou a divida é extinta?

Wasley dos Santos Soares escreveu:
27/02/2014 as 9:32

meu irmão faleceu e tinha comprado um ar condicionado, deu a entrada e logo emseguida aconteceu isso com ele, de la pra cá n foi paga nenhuma parcela o dona da loja falou que quer o ar de volta. o que eu faço?

laurete escreveu:
03/03/2014 as 11:11

meu genro faleceu deixou um arro financianciado o q ual ele hhavia pago apenas 3 parcelas , não deixou bens , para os 2 filhos pequenos , quero saber que faço com a divida do carro?

valdir ribeiro da cruz escreveu:
05/03/2014 as 9:08

a minha mãe faleceu faz uns 6anos eu fiquei com um corcel no nome dela o meu pai é vivo ainda o que que eu faço ja todo esse tempo? para transferir. de nome o meu pai concorda como eu faço pro juiz liberar?

gleiciane matos escreveu:
06/03/2014 as 17:21

no caso de uma moto honda comprada em financiamento, o banco quita a divida cm a morte do titular?

Jucelino Camargo Abadi escreveu:
07/03/2014 as 10:17

Dr. Rodrigo: “Meu irmão deixou uma dívida de contrato de financiamento imobiliário, ou seja, adquiriu uma área de terras pelo Banco da Terra (MDA), pagou somente uma parcela e foi encaminhada proposta recentemente, mas ele não enviou porque estava hospitalizada e veio a falecer, e minha dúvida é quanto ao financiamento ser vinculado a financiamento imobiliário e como tal deve haver seguro obrigatório contra morte e/ou invalidez permanente para quitação de contrato dessa natureza. Assim, a dívida será repassada aos herdeiros? Pois, o Banco do Brasil informou que com abertura do inventário deverá ser transferida a dívida para outros ou ASSUNÇÃO. Está correto a colocação do BB?

suellen da silva almeida escreveu:
07/03/2014 as 20:05

minha mãe faleceu e tenho uma conta conjunta eu sendo seg, titular , e nessa conta tem emprestimos pessoal e carros financiados no cpf dela essa divida eu tenho q quitar ou o banco , ? e no caso da conta , eu como segun titular ficarar como primeiro ou perderei a conta? ela em vida me deu uma proucuração pra admistrar todos os bens , a proucuração continuara valendo com o obito ?

Tahiane escreveu:
10/03/2014 as 3:08

Olá boa noite,
Meu marido faleceu em um acidente de carro, e tinha dois veículo financiados em seu nome, um destes veículos foi o que ele se acidentou e deu PT como devo proceder com a dívida dos carros.

Rafael Salles escreveu:
12/03/2014 as 20:19

Ola Rodrigo cunha comprei uma moto honda fan 125 financiamento em 36 vezes ja paguei 30 parcelas e o titular do financiamento faleceu e agora tenho que continua o financiamento ?

Vera Lucia Rodrigues da Silva escreveu:
02/04/2015 as 19:29

DR.Rodrigo,boa noite,minha irma faleceu ha 6 meses, ela fez um contrato habitacional, chamado minha casa melhor,nao sei como devo proceder, o senhor pode me ajudar como devo proceder,ela era aposentada por invalidez, obrigada vera

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 15:43

    Boa Tarde ,Vera . Neste caso, o inventário deverá ser aberto, para que o juiz determine os ônus e os bônus.

Josiane Andreolli escreveu:
06/04/2015 as 13:09

boa tarde Rodrigo..meu pai tinha um carro financiado em nome dele, e o carro foi batido antes de ele falecer e esta com avarias. meu pai nao tinha nenhum ben, e agora como faz com a divida do carro

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 15:41

    Boa Tarde,Josiane . Neste caso, o inventário deverá ser aberto, para que o juiz determine os ônus e os bônus.

elisabete aparecida green escreveu:
08/04/2015 as 15:52

olá boa tarde!!!!!! tenho um carro comprado no nome do meu irmão já esta quitado meu irmão faleceu e agora quero passar no meu nome o que devo fazer, meu irmão não deixou bens algum obrigado aguardo retorno

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 15:34

    Boa Tarde,Elisabete. Neste caso, o inventário deverá ser aberto, para que o juiz determine os ônus e os bônus.

willington escreveu:
13/04/2015 as 14:38

Olá rodrigo, estou uma grande dúvida, eu construi uma casa e financiei em nome do meu sobrinho filho do meu irmão, a casa foi financiado pela caixa , minha casa minha vida, eu moro nela e estava pagando as prestações, meu sobrinho morreu afogado, como funciona? a casa é quitada? tem que devolver pro banco? ou algum parente ficará com a casa ?

se puder me ajudar agradeço.

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 15:30

    Boa Tarde,Wellington . Neste caso, terá que verificar se há algum seguro por morte no contrato, caso contrário, a casa será transferida aos herdeiros(filho, pai, mãe) em caso de morte, após a abertura do inventário.

cassio rezende escreveu:
18/04/2015 as 0:09

ola, meu pai faleceu e deixou algumas dividas de emprestimo onde nao tem o seguro prestamista. ele nao deixou nenhuma heranca ou bens somente a casa k mora minha mae. nos temos k pagar estas dividas pois eu e minha irma nao temos nenhuma condicao de pagar

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 15:26

    Boa Tarde,Cassio. Neste caso, o inventário deverá ser aberto, para que o juiz determine os ônus e os bônus.

neia cassimiro escreveu:
24/04/2015 as 7:58

ola DR.Rodrigo
minha sogra faleceu e ficou dividas de IPTU,água e luz isso tem que ser pago como que devo prosseguir

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 16:46

    Boa Tarde, Neia . Após o falecimento ,a família herdara os ônus e os bônus ,devendo as dividas serem colocadas em inventario .

Patricia escreveu:
24/04/2015 as 11:38

Olá minha mãe faleceu e deixou umas dividas em uma loja de.moveis eles podem vir pegar os moveis? Ou tenho que ir pagar levei a certidão de óbito, obrigada

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 16:45

    Boa Tarde, Patrícia . Após o falecimento ,a família herdara os ônus e os bônus ,devendo as dividas serem colocadas em inventario .

ELSA MARIA DAMASIO escreveu:
04/05/2015 as 9:37

meu pai comprou, um carro, e veio a falecer não deixando outros bens , minha mãe está encontrando dificuldades em pagar. oque acontece se ela deixar de pagar .Obrigado!

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 16:25

    Boa Tarde,Elsa. O carro entrará em busca a apreensão e a empresa irá tomar posse do veiculo .

jordeane costa dos santos escreveu:
08/05/2015 as 9:52

bom dia ,o meu irmão comprou um carro financiado e com 1 més depois veio a falecer.no contrato do banco só há um seguro mecánico.não sabemos se há algum outro tipo de seguro em caso de morte.o que devemos fazer será que tem condiçoes desse carro ser quitado.eu já paguei as duas parcelas depois que ele morreu .

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 15:55

    Boa Tarde, Jordeane. Isto deve ser visto no contrato que foi celebrado entre as partes ,pois, a quitação do veículo depende do contrato .

maria celeste casaca costa escreveu:
11/05/2015 as 10:40

Boa tarde,
Tenho um imóvel que estou a pagar ao banco e queria saber se depois de pago ou por ´morte uma vez que o seguro cobre em caso de morte, quem vai herdar? a minha filha ou, como vai casar para o ano o meu genro também. Obrigada

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 15:36

    Boa Tarde,Maria. Em qualquer que seja o regime de casamento de sua filha ,o seu genro não irá herdar de forma alguma ,o máximo que ele pode fazer é usufruir .

franca escreveu:
11/05/2015 as 14:05

Comprei no cartão do meu ex namorado e ele morreu tenho que pagar dívidas pq o irmão tá cobrando o que eu devo fazer

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 15:32

    Boa tarde,Franca . Neste caso ,não há obrigação legal.

Cintia escreveu:
12/05/2015 as 11:42

Olá! Meu sogro faleceu faz poucos dias e deixou uma dívida, que foi um empréstimo que fez no banco, e quando minha sogra foi no banco pergunta se a conta seria quitada, a gerente disse que não, porque eles só quitam quando a pessoa tem até 65 anos e como ele tinha 69 anos, disse que deveria continuar pagando, só queria saber se é verdade ou é ela que não que sair perdendo?

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 15:26

    Boa tarde ,Cintia. Apos o falecimento a família herdara os ônus e os bônus,devendo as dividas serem colocadas em inventario .

Paula Lopes escreveu:
14/05/2015 as 10:25

Meu pai veio a falecer, e antes disso minha mae e ele compraram um carro financiado, papai faleceu e ela recebe pensao por morte porem o que ela ganha não da para pagar o financiamento, ja tentei refinanciar o valor com o banco e eles não aceitam pedi a entrega amigavel e eles não aceitam pois dizem que vai ficar reziduo, e para nos não da, o que posso fazer.

    Rodrigo Cunha escreveu:
    25/05/2015 as 15:45

    Paula, realmente as empresas não recebem veículos de maneira amigável. Deve-se então aguardar a busca e apreensão do veículo para que a empresa tome posse novamente do veículo.

    Rodrigo Cunha escreveu:
    30/06/2015 as 15:15

    Boa tarde,Paula. Deve-se então aguardar a busca a apreensão do veículo ,para que a empresa possa tomar posse novamente do veículo. Lembrando que as empresas não recebem o veículo amigavelmente .

Miriam Ghelfi escreveu:
04/06/2015 as 15:05

Tenho algumas dívidas de cartão de crédito e não tenho herdeiros. Se eu morrer sem quitá-las, quem paga, irmãos, sobrinhos? Não tenho bens.
Obrigada

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 14:57

    Boa Tarde,Miriam . Dependendo do cartão de crédito, existem cartões que há seguros que fazem a cobertura quanto invalidez ou morte.

Vilmar de lima escreveu:
09/06/2015 as 7:53

olá amigo…
parabéns pelo blog são pessoas como VC de guem o país precisa.
minha mãe morreu a 1 mês e tem um carro no seu nome.ogue faço.

    Rodrigo Cunha escreveu:
    01/07/2015 as 14:50

    Boa tarde,Vilmar ,obrigado! Através do processo de inventário, após o levantamento dos ônus e bônus.

Utilize o espaço abaixo para deixar sua opinião:

Arquivos